• Lais Esteves

Lives: As transmissões ao vivo são o fenômeno da quarentena

As lives são uma tendência da quarentena. Durante o período de isolamento social, as transmissões ao vivo se tornaram opções de entretenimento, informação e aprendizado, ditando o comportamento do que chamamos de “novo normal”.


Essa alternativa surgiu após as medidas de restrição e cancelamento de eventos, shows e opções de entretenimento. Em casa, o público encontrou no ambiente digital um espaço de diversão, interação e consumo.


Segundo uma pesquisa da VIU HUB, plataforma digital da Globosat focada no desenvolvimento de projetos e conteúdo digitais, no mês de março, a menção da palavra “live” teve um aumento de 85% nos posts publicados no Facebook e um crescimento de 277% no Instagram, em comparação com o mês anterior.


As transmissões ao vivo são uma ótima opção neste período, porque permitem a interação com o público, estreitando o relacionamento com seus consumidores.



A audiência das lives


Cerca de 75% dos internautas brasileiros já assistiram lives em seus smartphones. Os dados são do relatório produzido em maio de 2020 pela Opinion Box, empresa de pesquisa de mercado online, em parceria com o site de notícias Mobile Time.


O relatório Uso de Apps no Brasil, também revelou que as plataformas favoritas para assistir as lives são o Youtube (84%) e o Instagram (54%).


Além da preferência pelas plataformas citadas, também há um público que domina a audiência das lives. Um percentual de 83% dos jovens entre 16 e 29 anos afirmou assistir transmissões ao vivo, seguido pelo grupo de 30 a 49 anos (76%).


A diversidade de conteúdo também é outro fator que caracteriza as lives. Esse formato não está restrito ao shows de grandes artistas. Atualmente, existem transmissões ao vivo de técnicas de meditação, entrevistas, aulas de exercícios, missas, cultos, tutorias de maquiagem, entre outros temas.


Como fazer uma live de sucesso


O primeiro passo para construir uma audiência sólida é a segmentação do conteúdo, uma estratégia fundamental para fazer uma live de sucesso. Além disso, outra dica importante é estabelecer uma frequência de transmissão, determinando um horário específico.


Inicialmente, as lives eram realizadas de maneira espontânea. No entanto, essas transmissões foram se profissionalizando, com a criação de conteúdos patrocinados e estruturados. Muitos artistas e empresas, estão produzindo lives com efeitos, cenários e interagindo com seu público. Essa interação gera engajamento e determina o sucesso de sua live.


Uma outra sugestão é trazer convidados e profissionais que vão compartilhar conteúdo e acrescentar novos temas durante a transmissão ao vivo. Essa dica também pode contribuir para atrair mais pessoas para sua live.


Quem está começando a produzir conteúdo e não está habituado ao universo das lives, pode começar com a escolha da plataforma. Não existe uma ferramenta ideal, mas aquela que atende as necessidades de sua empresa e de seus consumidores.


O primeiro passo é conhecer o seu público e suas particularidades. Após esse estudo, escolha a plataforma que se encaixa nas preferências da sua audiência.


Vale lembrar que a live, vai além da transmissão ao vivo. Inicialmente, é preciso planejar esse conteúdo, executar e armazenar. Escolha um tema e faça a divulgação da live. Essa estratégia é essencial para gerar expectativa e atrair seu público.


Após a transmissão ao vivo, você ainda pode armazenar esse conteúdo na plataforma para que ele seja acessado após a gravação. No Instagram, por exemplo, a live pode gravado no IGTV.


O Youtube também é uma rede social muito interessante para produção de lives. Além de possuir uma estrutura completa para esse formato de conteúdo, você ainda pode alimentar o seu canal com as lives produzidas ao longo da semana. Desse modo, o Youtube se torna seu repositório de conteúdo, no qual os inscritos podem acessar as playlists e conferir as lives gravadas.


Essas são algumas recomendações para começar a realizar transmissões ao vivo e construir sua audiência. Assista o Drops ID e confira as dicas valiosas dos consultores da Inteligência Digital, Paulo Milreu e Gustavo Candido sobre o tema:


5 visualizações

©2020 por Inteligência Digital | Consultoria em Estratégia e Marketing Digital.